Vigilância Sanitária divulga números atuais do “arrastão” contra a dengue

DHS e Vigilância Sanitária continuam pedindo a colaboração da população para conter riscos de uma proliferação do mosquito transmissor. Atitudes são simples e podem ajudar muito

Por Redação 22/11/2017 - 20:04 hs

O Departamento de Higiene e Saúde, através do setor de Vigilância Sanitária, já têm em mãos alguns números sobre o arrastão que vem sendo realizado. De acordo com dados apresentados nesta segunda-feira (20), foram carregados mais de 15 caminhões de entulho, e a previsão para o final da campanha, é que outros 15 sejam recolhidos.

Cerca de 20 agentes em trabalho conjunto com os ACSs (agentes comunitários de saúde), continuam os trabalhos de inspeção nas ruas e casas dos bairros que ainda não foram visitados durante todo o dia. Segundo João Marcelo Destro “Shell”, este é o terceiro arrastão realizado só neste ano, para garantir que em janeiro, época de fortes chuvas, o índice de “Breteau”, número de recipientes positivos para larvas de Aedes aegypti sobre o número de imóveis trabalhados, seja praticamente zero, e que o município não corra riscos de um surto da doença. “Esse trabalho é para eliminar todos os criadouros do mosquito, diminuindo a circulação do Aedes aegypti e, por consequência, a possibilidade de doenças”, disse.
 
Adriana Fernandes Parra, responsável pela Vigilância Epidemiológica, ressaltou o pedido de apoio a toda população, pedindo que auxiliem os agentes de saúde no trabalho de busca de criadouros, permitindo a entrada destes para a verificação das residências. “Na ocasião, os agentes orientam os moradores sobre a importância de verificar sempre caixas d’água, calhas, pratos de vasos de plantas, ralos, latas, garrafas, pneus e outros locais onde o mosquito pode se proliferar”, concluiu.

O arrastão contra a dengue tem data de término agendada para esta sexta-feira (24), mas o trabalho de verificação e volta aos bairros que ainda apresentem material para ser recolhido, continuará a ser realizado de acordo com a demanda apresentada. Uma vistoria geral pela cidade também vem sendo feita pela equipe para que todo entulho que possa servir de criadouro, seja descartado de forma responsável.