USFs intensificam testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites Virais

A falta de informação e muitas vezes o preconceito, fazem com que cada vez mais pessoas sejam infectadas e não busquem o tratamento por não saberem que são portadoras

Por Ricardo Martins 06/12/2017 - 15:42 hs

O Departamento de Higiene e Saúde continua a movimentar todas as unidades de saúde do município, em ação a campanha ‘Dezembro Vermelho’, mês de intensificação na Luta contra a Aids, realizando atividades de orientação, prevenção, conscientização, diagnóstico precoce e tratamento da infecção pelo HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis.
 
Segundo Adriana Fernandes Parra, enfermeira do setor de Vigilância Epidemiológica, um dos principais problemas são a falta de informação e o preconceito, fazendo com que cada vez mais pessoas sejam infectadas e não busquem o tratamento simplesmente porque não sabem que são portadoras. “Todos devem realizar os testes disponibilizados pelas USFs, e caso necessitem, serem tratados pelo sistema público de saúde sem custo nenhum. Uma vez que mais pessoas tenham acesso ao tratamento precoce, lhe é garantida a melhora na qualidade de vida”, disse.
 
O tratamento para pessoas com HIV é oferecido gratuitamente pelo SUS. Mensalmente o paciente retira os medicamentos fornecidos pelo Ministério da Saúde, realizam consultas e são acolhidos e acompanhados pelos setores responsáveis. Para a prefeita Tina Januário, disponibilizar o acesso a estes exames e oferecer o tratamento antes que a infecção evolua, são tarefas importantes que recebem toda a atenção da administração. “O município não medirá esforços para incentivar a prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos daqueles que convivem com o HIV”, concluiu.