Janeiro Branco: Psicólogas do DHS trabalham a Saúde da Mente

Campanha visa mostrar às pessoas a necessidade cada vez maior de tratar assuntos ligados ao psicológico do ser humano

15/01/2018 - 16:25 hs

Durante este mês, o Departamento de Higiene e Saúde em parceria com o CAPs e o Centro de Especialidades, seguirão com atividades alusivas à Campanha Janeiro Branco. Buscando difundir o conhecimento em relação à saúde mental e emocional, a ação visa o bem-estar, o trabalho e a convivência social, tendo em vista que o tema é pouco abordado quando se fala em saúde pública, afetando a qualidade de vida da população.

Segundo Alini Valotto, responsável pelo CAPs (Centro de Atenção Psicossocial) e uma das psicólogas do município, a campanha visa lidar com pessoas e suas condições de humor, raciocínio e comportamento, esclarecendo, assim, que a saúde mental vai muito além da ausência de transtornos mentais. “A campanha convida as pessoas a pensarem sobre suas vidas, o sentido ou o quanto conhecem sobre si, suas emoções, pensamentos e comportamentos, e é dedicada a colocar os temas da saúde mental em evidência, a prevenção ao adoecimento, além de contribuir no fortalecimento das políticas públicas que beneficiem a saúde mental”, disse.

Em entrevista na última quarta-feira (10), Terezinha Hayashi e Sheyla Lopes, também psicólogas profissionais da saúde municipal, ressaltaram o aumento nos últimos anos de casos de depressão, ansiedade, fobias, pânico, além de relações cotidianas marcadas por agressividade, desrespeito, e a falta de diálogo. “As pessoas precisam começar a cuidar, também, de aspectos mentais e emocionais de sua vida”, concluíram.

O intuito da campanha é incentivar a procura pelo profissional de psicologia quando se está em sofrimento, em luto, em perda ou em depressão. Caso pacientes se enquadrem em situações semelhantes, basta procurar a Unidade de Saúde mais próxima, onde será realizado o encaminhamento para o atendimento com um profissional psicólogo.