Marido suspeito de atirar em cabeleireira grávida é preso em Marília

Justiça determinou a prisão preventiva de Carlos Henrique Oliveira dos Santos após ele prestar depoimento e ser liberado. Ele foi preso na manhã desta terça-feira (24).

Por TV Tem Marilia 24/10/2017 - 12:02 hs
Foto: Rede Social

A Justiça determinou a prisão preventiva do marido suspeito de atirar na própria mulher, grávida de 4 meses, em Marília (SP). A cabeleireira Kamila Jaccard, de 32 anos, foi atingida no tórax dentro do salão que trabalhava no sábado (21) à noite.

O marido dela, Carlos Henrique Oliveira dos Santos, de 34 anos, é o principal suspeito e foi preso na manhã desta terça-feira (24), horas depois de ter prestado depoimento na delegacia no fim da tarde de segunda-feira (23) e ter sido liberado.

Kamila recebeu alta do Hospital das Clínicas no fim da tarde de segunda-feira (23) e ela e o bebê passam bem. A casal tem outros três filhos, todos menores de 14 anos, que presenciaram a discussão dos dois, que estão em processo de separação, no sábado, segundo o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, e ficaram em estado de choque.

Ainda segundo a polícia, Carlos entrou no salão onde Kamila estava com os filhos, discutiu com a vítima e atirou nela. Em seguida, fugiu. Na segunda-feira, ele foi encontrado em casa e levado para prestar depoimento e depois liberado.

Segundo o coordenador da Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília, o delegado seccional José Carlos Costa, não foram revelados detalhes do depoimento para não atrapalhar as investigações. No entanto, o pedido de prisão preventiva foi feito à Justiça e emitido ainda na noite de segunda-feira. O suspeito foi preso nesta manhã e levado para Central de Polícia Judiciária.

O caso é investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher e foi registrado como tentativa de homicídio qualificado e violência doméstica, e pode ser enquadrado como tentativa de feminicídio.