Suzane von Richthofen deixa prisão para 'saidinha' do Dia dos Pais

Suzane von Richthofen deixa prisão para 'saidinha' do Dia dos Pais

Condenada pelo assassinato dos pais em 2002, detenta saiu nesta quinta-feira (9) da P1 Feminina de Tremembé, no interior do Estado de São Paulo

09/08/2018 - 14:14 hs

Suzane von Richthofen deixa prisão para 'saidinha' do Dia dos Pais
Suzane von Richthofen deixou Tremembé nesta quinta para 'saidinha'
A detenta Suzane von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais, deixou a Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletir, a P1 Feminina do Tremembé, no interior de São Paulo, nesta quinta-feira (9) para a saída temporária do Dia dos Pais.

A 'saídinha', como é conhecida, é um benefício concedido aos presos que possuem bom comportamento, além de estarem em regime semiaberto. Suzane ganhou o direito, pela primeira vez, na Páscoa de 2016.
A detenta deve retornar ao presídio na próxima segunda-feira (13).

Regime Aberto
Suzane conseguiu passar do regime fechado para o semiaberto em outubro de 2015. Na ocasião, em dezembro, a juíza da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, Sueli Zeraik Armani, negou o pedido de saída temporária de Natal, após parecer do Ministério Público ter apontado um endereço desconhecido do seu círculo de amizades.

Recentemente, Suzane tentou na Justiça passar para o regime aberto — quando deixa a prisão e é autorizada a cumprir o resto da pena em liberdade. No início do ano, um laudo criminológico encomendado pelo Ministério Público Estadual atestou que a detenta tem condições de responder a condenação em liberdade. No entanto, o pedido corre na Justiça e ainda não há uma resposta.

Condenação
Suzane foi condenada por matar os pais em 2002, ao lado dos irmãos Christian e Daniel Cravinhos, que estão no regime semiaberto desde 2013 e já usufruem do benefício de saídas temporárias de Dias das Mães, Dia dos Pais e Dia das Crianças, além das festas de fim de ano.