Pescador é multado em R$ 7,4 mil por pesca ilegal em Rosália

24/09/2018 - 11:27 hs

O desempregado P.J.P.S, de 51 anos, foi preso em flagrante por policiais militares ambientais acusado de pescar em local proibido na noite desta sexta-feira (21) em um vicinal de Rosália, distrito de Marília.
 
Conforme o Boletim de Ocorrência, os policiais ambientais realizavam patrulhamento de rotina quando localizaram o pescador com um canivete, 5,3 quilos de peixe espécie Curimbatá e 14,8 quilos de carne de capivara na rua Fagundes Varela por volta das 22h.
 
Segundo a Polícia Militar, o acusado foi questionado sobre a carne e informou que teria pescado em um rio da vicinal do distrito. Ele confessou que utilizou uma rede para pescar os peixes – todos em tamanho inadequado – e encontrou a capivara morta no rio.
 
Diante dos fatos, os policiais deram voz de prisão ao acusado e ele foi conduzido para a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília, onde o delegado de plantão ratificou a prisão. Uma fiança de R$ 1 mil foi arbitrada, mas nenhum pagamento foi registrado. Ele também foi multado em R$ 7,4 mil pela infração ambiental.
 
P.J.P.S passaria por uma audiência de custódia e, dependendo da determinação do juiz, poderia ser encaminhado para a Penitenciária de Marília.