Ex-prefeito Vinho exalta evolução de Pompeia na gestão Tina Januário

O administrador tratou de diversos temas, defendeu o municipalismo, elogiou programas municipais como Saúde em Dia, Remédio em Casa e Asfalto Novo e elogiou: “A Tina é uma heroína”

26/03/2019 - 13:54 hs

 

O três vezes prefeito de Pompeia, Álvaro “Vinho” Januário, concedeu uma rara e longa entrevista na última sexta-feira, dia 22 de março. Ao longo da conversa, Vinho fez considerações sobre as dificuldades dos municípios em meio a crise econômica federal e exaltou os avanços da gestão da atual prefeita Tina Januário, a começar pela saúde.

“Sou casado com a Tina há 26 anos e uma coisa que ela sempre foi é ligada ao povo. Tanto que ela foi duas vezes Presidente do Fundo Social, acolheu toda a população de Pompeia. Ela marcou a história de Pompeia como primeira dama e agora está marcando como prefeita. Sempre sorridente, prestativa, humilde. Precisei dela na saúde e ela foi a melhor secretaria que já existiu na história de Pompeia. Ela transformou a saúde de Pompeia naquela época. Agora, ela resgatou a qualidade da nossa saúde, que estava muito ruim. E ela fez isso priorizando a saúde. Quando o prefeito manda para a Câmara Municipal o Projeto de Lei com o orçamento do Município para o ano seguinte, ele pode direcionar algumas prioridades que ele tem. E eu vejo que no mandato da Tina, ela tem dado muita prioridade para a saúde. Porque você tendo saúde, o resto você consegue. Tendo saúde, você vai trabalhar, fazer o que quiser. Se não tem saúde, é complicado”, comentou.

O ex-prefeito exaltou a conquista da atual chefe do executivo que conseguiu zerar a fila por cirurgias de catarata em Pompeia. “O avanço que a Tina teve, eu fiquei surpreso. Ela chegou em casa e disse que tinha conseguido cirurgias de catarata para 57 pessoas, e no ano passado foram 200 pessoas. Eu já fiz essa cirurgia. Essa pessoa que não enxergava, vai lá e opera, tudo muda na vida dela. Essa pessoa que está em casa, que não tem condição financeira de pagar 5/10 mil reais para pagar a cirurgia, imagina o momento em que ela finalmente consegue enxergar? Quando ela volta a ter a independência. Isso foi fantástico. Parabenizo a Tina e toda a equipe da saúde, por esse avanço”

Outro tema abordado na entrevista foi a parceria inédita do Governo de Pompeia com o Hospital Unimar para ampliação da assistência hospitalar para a população. “Essa parceria que foi feita com a UNIMAR, essas cirurgias eletivas, nós temos vários tipos de cirurgia, problemas de hérnias, varizes. E pagar por essas cirurgias particulares é complicado. Essa parceria que a Tina conseguiu junto com a UNIMAR, com o passar do tempo, isso irá melhorar muito mais. Eu entendo que o País de uma forma geral, passa por grandes dificuldades. Têm muitos estados que não conseguem pagar a folha de funcionários, como Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, entre outros. Graças a Deus não estamos assim em São Paulo. Mas as Prefeituras do nosso Estado também sofrem, e sofrem muito. Não têm capacidade de investimento. Hoje você pega uma prefeitura, no mínimo 50% do que se arrecada, vai pra folha de pagamento de funcionários. O índice é muito alto. Dizem que são os comissionados, mas não é isso. É que a arrecadação está caindo e isso faz com que o gasto com a folha passe a representar mais em termos relativos. É difícil”, observou o ex-prefeito.

Membro da executiva nacional do MDB por 4 anos e um dos administradores mais respeitados da região durante seus anos de mandato, o ex-prefeito Vinho defende uma reforma municipalista que aumente os repasses dos governos federal e estadual para as Prefeituras. “Quando você é prefeito, o eleitor cobra você pessoalmente. Presidente, senadores, são quase inacessíveis. Mas o prefeito não. Então, as pessoas vão te cobrar. Então, por isso eu entendo que precisa mudar muito as regras desse jogo, e as prefeituras terem um repasse bem melhor, bem maior, para que o prefeito tenha condições de fazer um trabalho não só na saúde, mas na educação, nas estradas vicinais e em todos os setores com uma qualidade maior”.

Prefeito nas décadas de 1990 e 2000, Álvaro Januário também comentou as mudanças na política derivadas do novo contexto tecnológico, com as redes sociais influenciando diretamente os governos, em todas as instâncias. “Hoje, com as redes sociais, a mídia, a cobrança é muito mais fácil. Se você tem um determinado problema na sua rua, tem um buraco, por exemplo, um lixo que não foi coletado, com uma simples fotografia de celular você consegue mandar na hora pra quem você quiser. Por um lado, isso não deixa de ser bom. Porque você sabe que existe o problema, é informado, pode tomar as atitudes, resolver. Mas as falsas notícias preocupam. Isso deve ser regulado. Essas pessoas que tem Facebook, que falam mentiras, que criam usuários falsos, que tentam destruir reputações, precisam ser penalizadas. A dificuldade maior hoje para o governante, analisando a questão da mídia, é o imediatismo das cobranças que antes não existia. Hoje tudo precisa ser feito muito mais rápido”, observou.

Para o ex-prefeito Vinho, sua esposa Tina é uma “heroína” pelo que está conseguindo fazer em Pompeia, em virtude das circunstâncias desfavoráveis que enfrenta.

“A Tina é uma heroína, as mulheres de Pompeia estão de parabéns. Comandar uma equipe de 600/800 funcionários, não sei quantos tem, mas cuidar da saúde do munícipio, do sistema de abastecimento de água e da Prefeitura em si, não é fácil não e ela pegou essa estrutura com muitos problemas, muitos mesmo. O primeiro deles, foi a certidão negativa de débitos – o Município estava com o nome sujo. Eram 17 prestações de contas que estavam atrasadas. Vários Ministérios, Secretarias do estado, quando você empresta um dinheiro ou recebe uma emenda parlamentar, ou o Estado repassa algum dinheiro, você precisa prestar conta de onde você gastou esse dinheiro. Precisa provar com nota fiscal, empenho, tudo o que você repassou, e estava tudo atrasado. A Tina teve muita dificuldade e está tendo, principalmente com obras que foram mal executadas pelo governo anterior”, acrescentou.

REMEDIO EM CASA
“Foi uma ideia muito boa da Tina, pois nem todo mundo tem um carro ou condições de sair de casa e ir buscar o remédio, às vezes no sol ou na chuva. Para algumas pessoas, ir ao posto, ter que esperar, depois ter que ir à farmácia, é sofrido. Então o principal mérito da Tina é a questão da Saúde, e também ter remédio e ainda levar em casa o remédio? Que cidade do Brasil tem isso

ASFALTO NOVO
“Vou contar uma passagem aqui da época em que eu fui vereador de 1983 a 1992. Eu fui com um grupo de moradores do Primavera conversar com o Milton Pereira e ele fez aquela parte alta do Primavera perto da comunidade São José. O asfalto daquele pedaço que ele fez era cobrado dos moradores naquela época. E tinha uma pessoa que tinha comprado 04 terrenos, um pra ele e um pra cada filho, então ele falou: “Olha seu Milton, eu não tenho condições de pagar pelo asfalto de toda essa extensão”. Seria algo em torno de uns R$ 16 mil hoje. Aí o Milton falou para ele: “Se você vender um terreno você paga a sua parte no asfalto”. Claro que aquele morador achou isso um absurdo. Aí vieram algumas pessoas falar comigo sobre isso e eu como vereador falei ‘poxa vida, ter que trabalhar e pagar asfalto do bolso não tá certo. Se eu for prefeito um dia, eu não vou cobrar”. E aconteceu. Fui eleito prefeito e nós conseguimos asfaltar o Florentino Favoreto, Jd. São Luiz, Paulópolis, Chácaras Paraiso, Novo Cravinhos, Jardim Primavera, Jd. Olmira Pereira de Carvalho e vários outros bairros sem cobrar! Mas sobraram alguns locais pra fazer, como as Chácaras Recreio, Chácaras Aurora e a rua Primavera em Paulópolis. E a Tina falou que se fosse prefeita gostaria de asfaltar, terminar o que eu comecei, e hoje ela tem condições, está correndo atrás de dinheiro e está fazendo. Os cidadãos merecem. No ano passado foi um investimento de mais de R$ 1 milhão que proporcionou mais de 40 mil metros quadrados de asfalto novo (o equivalente a 7 estádios de futebol) para diversas ruas da cidade, incluindo todo o Núcleo JK. Ao todo foram 15 ruas! Neste ano, mais 60 mil metros quadrados. Será um investimento de R$ 3 milhões em asfalto novo. A Tina está de parabéns. Isso é evolução. Pompeia está avançando!”

EDUCAÇÃO
“Olha a única forma de avançar e ter mais igualdade social nesse país é através da Educação e eu vejo Pompeia avançando nessa área. Agora temos a UNIVESP, Universidade Pública, gratuita e de qualidade. Usando a própria estrutura da UNIVESP a Tina criou uma Escola de Informática para que jovens e pessoas da terceira idade tenham acesso à informática, e dessa forma, expandindo o conhecimento nós vamos conseguir transformar o país! Pompeia tem ensino de inglês na rede de educação infantil, Tempo Integral em todas as EMEFs. Enfim, grandes investimentos e ótimos resultados. Toda equipe, professoras, monitoras, coordenadores, diretores, todos que estão lá servindo na área da educação têm uma enorme responsabilidade na transformação do nosso país e até da nossa cidade, porque aqui é o nosso mundo!”