ONG arrecada R$ 1,3 mil com campanha na web e compra burro que foi arrastado por carro

Vídeo mostra animal sendo puxado por uma corda no pescoço em Dois Córregos (SP); inquérito foi aberto para investigar maus-tratos. "Coquinho" está na sede da ONG.

30/01/2020 - 13:34 hs

O presidente da ONG Respeito ao Animal, Alex Parente, arrecadou R$ 1,3 mil com uma campanha nas redes sociais e comprou o burro que foi flagrado sendo arrastado por um carro em Dois Córregos (SP).

A cena de maus-tratos foi flagrada por um morador e, depois de ver o vídeo nas redes sociais, Alex registrou um boletim de ocorrência e decidiu resgatar o animal.
A Polícia Civil informou que o burro tinha acabado de ser vendido e que, após o ocorrido, ele foi levado para a casa do antigo dono, onde ficou sob cuidados veterinários até o último sábado (25). Um inquérito sobre maus-tratos foi aberto para investigar o caso e os envolvidos prestaram depoimento.

O presidente da ONG começou uma vaquinha nas redes sociais para arrecadar o valor necessário para comprar o burro e levá-lo para a sede da ONG ARA, que já abriga 25 cães, 43 gatos, três éguas e um javaporco.

Segundo Alex, em dois dias, a campanha arrecadou R$ 1,3 mil e o "Coquinho", como costumava ser chamado, foi levado para a sede, onde está aposentado.

"Até o olhar dele já está mudando. Na semana que vem, ele será castrado para evitar qualquer problema, pois também tenho três éguas resgatadas", explica o presidente.

Flagrante
Um morador registrou o momento em que o burro era arrastado amarrado em uma corda por um carro pelas ruas de Dois Córregos. Um homem dirigia o veículo e outro estava no porta-malas segurando a corda que amarrava o animal.
O caso ocorreu na sexta-feira (17), mas um boletim de ocorrência foi registrado na segunda-feira (20) pelo presidente da ONG após o flagrante. No documento, consta que o animal estava sendo puxado pelo pescoço pelo rapaz.