Santa Casa de Pompeia procura voluntários para enfrentar pandemia

31/03/2020 - 19:22 hs

A diretoria da Santa Casa de Pompeia está indicando o endereço eletrônico: rh@santacasapompeia.org.br para que pessoas interessadas em atuarem como voluntário no maior complexo de saúde da cidade de Pompeia, nesta época de pandemia do Covid-19 que preocupa a humanidade em geral. “Queremos nos precaver de uma futura situação que está prestes a acontecer e que precisaremos de voluntários para ajudar no atendimento”, disse o vice provedor do hospital pompeiano, Alair Mendes Fragoso, que está sugerindo aos interessados na área da saúde como técnicos em enfermagem, enfermeiros, médicos e atendentes que tenham interesse em se voluntariar, para que enviem documentação pessoal e profissional para ser incluído a um banco de dados a ser utilizado oportunamente pelo hospital. “Queremos agilizar o processo em havendo a necessidade esse pessoal será convocado de forma imediata”, disse o dirigente pompeiano em tom de preocupação.

De acordo com o vice provedor podem se colocar a disposição voluntários de Pompeia e região, que na emergência venham ajudar no atendimento à população. “Quem tiver o interesse deve encaminhar o currículo para este endereço eletrônico, bem como os documentos profissionais que possuem”, disse o dirigente que tem conversado com as autoridades públicas neste sentido e ficado preocupado. “Não precisamos esperar o problema chegar para buscar a solução, se podemos nos preparar previamente”, opinou ao lembrar que os interessados terão documentação avaliada e principalmente observados os detalhes dos chamados “grupos de risco”, que naturalmente serão evitados. “Idade e condicionamento de saúde serão critérios classificatórios”, comentou o dirigente hospitalar que espera uma boa quantidade de cadastramento.

Para Andreia Lopes Pereira, gerente administrativa da Santa Casa de Pompeia, podem se candidatar médicos, profissionais e estudantes da área da saúde. “Os voluntários reforçarão as equipes de atendimento no nosso hospital”, disse a dirigente que também está preocupada com a situação e quer se antecipar. “As pessoas que se mostrarem interessadas, na hora do envio da documentação, é importante o cadastro correto do telefone e e-mail, pois serão os canais pelos quais entraremos em contato com os candidatos”, alertou a gerente administrativa que também espera um grande número de interessados. “O apoio dos voluntários será fundamental no momento delicado que a saúde pública está passando”, frisou ao considerar a ideia válida e oportuna.

Na opinião do provedor do hospital de Pompeia, Édson Jorge Basílio, não é qualquer pessoa que pode desenvolver trabalho voluntário, ainda mais numa instituição de saúde. Segundo ele, toda pessoa que sinta vontade de compartilhar os conhecimentos e habilidades, de forma responsável, em prol da comunidade pode se tornar voluntário. “Mas prestar trabalho voluntário é um compromisso, e não uma atividade casual, ainda mais nu hospital de atendimento público e particular”, disse o provedor do hospital pompeiano, também preocupado com a pandemia do Covid-19 no Mundo. “O trabalho voluntário, antes de tudo, precisa ser prazeroso para quem o realiza”, disse ao valorizar a atividade e acreditar num bom número de interessados.