Berço de startup nacional, Fatec Shunji Nishimura tem novo processo seletivo

Instituição recebe inscrições só até 22 de julho pela internet. Empresa criada por ex-aluno compartilha conhecimentos de ponta a ponta no agronegócio.

Por Divulgação/FATEC 19/07/2020 - 10:13 hs

A Faculdade de Tecnologia de Pompeia – Fatec Shunji Nishimura segue com inscrições abertas para o Vestibular 2020 do 2º Semestre. O prazo termina às 15 horas do dia 22 de julho. As adesões devem ser feitas pelo vestibularfatec.com.br. A taxa é de R$ 39.

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, não haverá avaliação presencial neste Vestibular 2020. O critério de escolha dos candidatos será por histórico escolar. Documentos e notas deverão ser enviados por upload no ato de inscrição.

A Fatec – Shunji Nishimura, de Pompeia, oferece 120 vagas para o Vestibular 2020. São 40, à tarde, para Big Data no Agronegócio e 80 – 40 pela manhã e 40, à noite – para Mecanização em Agricultura de Precisão. Ambas as graduações são gratuitas e têm duração de três anos.

CURSOS
Lançado em 2009, o curso de Mecanização em Agricultura de Precisão capacita seus alunos ao desenvolvimento sustentável do agronegócio no Brasil através do aprendizado e aplicação prática de conceitos e tecnologias de agricultura, gestão e mecanização.

O tecnólogo formado pela Fatec – Shunji Nishimura proporciona maior produtividade com menor custo através do uso adequado de máquinas e implementos agrícolas. É um profissional que pode atuar em empresas de diversos segmentos do agronegócio.

Oferecido desde 2017, o curso de Big Data no Agronegócio ensina como gerar, coletar, armazenar e analisar dados e convertê-los em soluções para as múltiplas necessidades do campo. Algoritmos avançados, arquitetura cloud, internet das coisas e Inteligência Artificial são alguns dos conteúdos desenvolvidos ao longo da formação.

Os tecnólogos em Big Data no Agronegócio da Fatec – Shunji Nishimura, de Pompeia  são aptos a criar diferentes infraestruturas de armazenamento de dados em nuvem, a desenvolver softwares para aplicativos móveis e a desenvolver o uso de drones na agricultura, entre outras habilidades.

STARTUP
Além de aprender, os alunos da Fatec – Shunji Nishimura, Pompeia, são motivados a empreender. É o caso, por exemplo, de Rodrigo Loncarovich. Aluno da primeira turma de Mecanização em Agricultura de Precisão, ele percebeu que era preciso criar uma maneira de conectar os trabalhadores e gestores do campo a conteúdos de alta qualidade, que pudessem não apenas solucionar os seus problemas do dia a dia, mas também proporcionar mais qualidade de vida, produtividade e renda nas fazendas. Diante disso, criou uma startup.

Iniciada em 2018, a Agro Academy tornou-se uma referência em educação e na produção de conteúdos didáticos e alta qualidade, como manuais, vídeoaulas, cartilhas, entre outros, que auxiliam empresas e instituições do agronegócio (Jacto, Bayer, Otmis, Orion, Senar, Biomarketing) no treinamento e desenvolvimento de seus clientes.

Além disso, a empresa vai disponibilizar acesso a cursos, artigos e vídeoaulas. “Estamos desenvolvendo uma plataforma completa, em que fabricantes e trabalhadores do agronegócio podem se conectar e evoluir juntos”, afirmou o ex-aluno e hoje CEO da empresa.

Não por acaso, a Agro Academy agregou à sua iniciativa grandes players do agronegócio nacional. O acesso à plataforma estará disponível no endereço agroacademy.com.br