Investigador de Polícia Aposentado é pré-candidato a vice na chapa da Mônica de Oriente

Piramboia diz que chega para somar com sua experiência em segurança pública e já pensa em estratégias contra a criminalidade

Por Redação 23/08/2020 - 10:14 hs

Na última quinta-feira, 20, a pré-candidata à Prefeitura de Oriente, Mônica de Oriente, anunciou por meio de suas redes sociais que Luiz Carlos dos Santos, o Piramboia, foi o escolhido para ser o pré-candidato a vice-prefeito de sua chapa. A notícia teve grande repercussão no Facebook e nas ruas da cidade.

O pré-candidato a vice-prefeito, de 55 anos, é nascido e criado em Oriente e tem um currículo bastante respeitável. É Formado em Administração de Empresas e em Direito pela UNIVEM, começou a trabalhar cedo com apenas 14 anos na Usina Paredão, onde trabalhou por mais de 10 anos, iniciou sua trajetória como presidente do sindicato e, posteriormente teve seu primeiro contato com a política, quando se tornou vereador de Oriente.

“Decidi concorrer a uma vaga na Câmara Municipal quando tinha 23 anos. Fui eleito como o vereador mais votado da cidade na época. No meu mandato, fui o presidente da Comissão de Redação e Justiça que foi responsável pela redação da Lei Orgânica de Oriente. Depois passei no Concurso e ingressei na Polícia Civil”, lembrou Piramboia.

Após seu mandato de vereador, o pré-candidato a vice-prefeito trabalhou por 25 anos como investigador da Polícia Civil na cidade de Pompeia. Essa experiência com segurança pública faz com que ele acredite que com valorização e reconhecimento das Polícias (Civil e Militar), é possível trazer mais tranquilidade para o povo de Oriente.

“Sabemos que a sociedade brasileira sofre com o problema da criminalidade em geral, e Oriente não está livre disto. Por experiência, sei que devemos fazer algo duro e firme para parar a onda de crimes que tiram a paz do cidadão de bem. Se a pessoa escolheu o lado errado tem que ser responsabilizada. Num trabalho conjunto buscaremos fechar as portas de Oriente para coisa errada”, destacou.

Piramboia também comentou como foi a decisão de retornar a política depois de tanto tempo. “Eu adoro Política. Mas, andamos muito desiludidos com as questões de corrupção e negligência dos políticos. Porém, a Mônica se mostrou uma luz. Acredito no potencial dela, é uma mulher incrível, preparada, sabe de onde veio e para onde vai, tem os melhores projetos, um grande coração e já é muito querida pela população, muito popular... Vi que poderia somar nessa batalha. Oriente tem muito espaço para progredir. Então, resolvi acatar esse desafio e estou disposto a colaborar com minha experiência, especialmente no que diz respeito à segurança pública”. Piramboia também se disse um “aprendiz da vida” e que acredita que o que muda o mundo e as pessoas não são opiniões e intenções, mas sim, atitudes e exemplos. “Este foi um grande motivador para que eu aceitasse esse desafio”, concluiu.