Prefeitura de Tupã adia para maio a volta das aulas presenciais na rede pública

Decisão foi tomada diante do aumento de casos da Covid-19 e tomou como base questionário enviado aos pais e responsáveis sobre a retomada das atividades. Prazo anterior era 1º de março.

25/02/2021 - 16:20 hs

A prefeitura de Tupã (SP) adiou para maio a volta das aulas presenciais na rede pública de ensino. A data anterior era 1º de março. A medida foi tomada como forma de conter o avanço dos casos de Covid-19 que afeta todo o estado de SP.

As aulas presenciais serão retomadas no dia 3 de maio. Segundo a prefeitura, o adiamento foi uma decisão unânime das instituições de ensino técnico, entidades de ensino básico e superior das redes municipal e estadual de Tupã.

Ainda segundo a administração municipal, desde dezembro, o Conselho Municipal de Educação faz reuniões mensais para deliberar sobre a viabilidade de retomada das aulas presenciais.

“Nosso município passou o mês de janeiro e até agora por um alto índice de internações em UTI e enfermaria. Nós chegamos a praticamente 100% de UTI ocupada. Não só pelo pessoal de Tupã, mas também em toda a região. E nós estamos vivendo também a dificuldade da população, especialmente a mais jovem, de entender a importância do distanciamento social e do uso de máscaras", diz o secretário de Saúde Miguel Ângelo de Marchi.

"Então, estamos tentando manter o maior enfrentamento e ao mesmo tempo conter a transmissão, orientar a população e proteger todo um sistema educacional até que nós possamos ter condições seguras de retomar as aulas presenciais”, ressalta.

O decreto municipal estabelece que o fim das aulas remotas só ocorrerá se os índices da pandemia apresentados nos boletins epidemiológicos e a classificação do município no Plano São Paulo forem favoráveis.

Para suspender o retorno das atividades presenciais por mais 60 dias, o conselho também considerou o resultado dos questionários respondidos pelos pais e responsáveis por alunos da rede municipal.

Eles informaram por meio de formulários on-line se enviariam ou não os filhos para a escola agora, e 60% preferiu manter o ensino remoto. Ainda de acordo com o decreto, as escolas particulares continuam autorizadas a manter suas atividades presenciais nos meses de março e abril.

Tupã soma 2.667 casos de Covid-19, sendo 75 mortes. Dessas mortes, 19 foram registradas em asilos. Mais de 2,4 mil pessoas são consideradas curadas na cidade.