Parentes e amigos lamentam mortes por Covid de casal e filho em período de 24 horas no interior de SP

Pai e mãe, de 70 anos, e filho de 39 eram de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) e morreram em um intervalo de 24 horas, segundo a Secretaria de Comunicação da cidade.

12/04/2021 - 08:41 hs

Parentes e amigos lamentaram nas redes sociais a morte de uma família por Covid-19 em Santa Cruz do Rio Pardo (SP). Pai e mãe, de 70 anos, e um dos filhos, de 39, morreram em um intervalo de 24 horas neste fim de semana.

"Em um dia, eu perdi minha família e toda a referência de retidão, de honestidade, de humanidade, de justiça, de integridade, que forjaram meu caráter. Estou desolado, destruído", publicou outro filho das vítimas.

Até o final da tarde deste domingo (11), a postagem tinha quase 1 mil interações e mais de 200 compartilhamentos.

"Ontem perdi um amigo que considerava como irmão, depois veio a tarde a mãe falecer e agora cedo o seu Luiz. Uma família que me abraçou como filho nesta vida, que foi dizimada por esse vírus", desabafou outro usuário.

"Eu ainda não estou acreditando que vocês se foram, meu padrinho, minha madrinha e meu amigo. A dor é muito grande de saber que não vou ver vocês", postou outro morador.

Além de lamentar a morte da família de comerciantes, moradores também publicaram mensagens de conscientização sobre a prevenção do coronavírus.

"Cuidem-se. Fiquem em casa. Usem máscara sobre o nariz e a boca. Higienizem as mãos. Exijam a aceleração da vacinação", escreveu o filho.

A prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo emitiu boletins sobre as mortes dos moradores e cancelou uma live de música que seria realizada neste domingo (11) "em respeito às famílias enlutadas".

Mortes em 24 horas
De acordo com a Secretaria de Comunicação municipal, Sérgio Wiltemburg Santos, de 39 anos, estava internado na Santa Casa desde o dia 21 de março e não resistiu às complicações da doença na manhã de sábado (10).

A Pasta informou que Sérgio era proprietário de uma corretora de seguros e deixou um filho criança e a esposa. Segundo a prefeitura, os dois também contraíram coronavírus, mas não precisaram ser hospitalizados e se recuperaram em casa.

A mãe de Sérgio, Nilza Wiltemburg Santos, estava internada na Santa Casa desde o dia 18 de março e morreu na tarde deste sábado (10), informou a Secretaria de Comunicação.

O pai Luiz Alberto Santos também estava internado na Santa Casa de Santa Cruz do Rio Pardo, desde o último dia 18, mas foi transferido para Ourinhos no dia 8 de abril para fazer diálise, já que estava com as funções renais afetadas. Ele morreu na manhã deste domingo (11).

Ainda de acordo com a Secretaria de Comunicação, Luiz Alberto trabalhou vários anos como bancário e depois montou uma loja de games na cidade. Por isso, a família Wiltemburg Santos era conhecida no setor de comércio de Santa Cruz do Rio Pardo.

O casal foi sepultado na tarde deste domingo no cemitério da cidade, já o filho foi enterrado no sábado (10). Não houve velório.