Seja bem vindo
Pompéia,06/07/2022

  • A +
  • A -
Publicidade

Empresário de Marília é preso com mais de 400 kg de drogas


Empresário de Marília é preso com mais de 400 kg de drogas





Um empresário de Marília e outro homem, que não tiveram as identidades divulgadas, foram presos no fim da noite deste domingo (23), pela Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Tupã (distante 75 quilômetros de Marília), com mais de 400 kg de drogas.

Policiais da especializada tiveram conhecimento de que grande quantidade de entorpecentes estaria sendo transportada pela Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), e a carga poderia passar pelo município.

Equipes da Dise, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), do Plantão Policial e da Polícia Militar foram distribuídas pela rodovia e posicionadas estrategicamente.

Na base da Polícia Militar Rodoviária, foi abordado um veículo Toyota Hillux, cujo condutor – o empresário de Marília – foi entrevistado e deu respostas confusas.

Na sequência, os agentes abordaram um caminhão, de cor branca, o qual o motorista também foi entrevistado e logo admitiu que estava transportando 400 kg de cocaína e crack.

Ambos foram conduzidos até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Tupã. Houve a constatação de que o caminhão transportava 200 tabletes de crack e 200 tabletes de pasta base de cocaína, em meio a uma carga de cebolas.

Diante da localização da droga e das informações já recebidas pelos policiais, o motorista da Toyota Hillux – empresário de Marília – admitiu que estava fazendo a função de batedor do caminhão, ou seja, transitava à frente com o objetivo de identificar possíveis ações policiais.

Os policiais se deslocaram até a residência do empresário, um condomínio de luxo em Marília, onde apreenderam a quantia de R$ 20 mil em espécie e documentos de alguns veículos.

O empresário e o condutor do caminhão foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação ao crime. Eles permaneceram à disposição da Justiça.

A partir de agora, os policiais da Dise continuam as investigações com o objetivo de identificar onde a droga foi adquirida e para que local seria levada, bem como outros possíveis envolvidos.

Conforme o delegado titular da Dise, Flávio Delgado de Melo, a apreensão deste domingo é fruto de intenso e complexo trabalho de investigação desenvolvido pela especializada, que procura combater o tráfico nos pequenos pontos de venda – as chamadas biqueiras -, bem como, o tráfico em larga escala, relacionado às organizações criminosas.

Além da droga, avaliada em aproximadamente R$ 5 milhões, foram apreendidos o caminhão, o veículo Toyota Hillux SW4, além de mais de R$ 22 mil.





COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login