Prefeito de Tupã testa positivo para Covid-19 pela segunda vez em menos de quatro meses

Aoqui contou que apresentou sintomas leves e, na segunda-feira (24), foi até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e realizou o exame que confirmou o diagnóstico. Ele já tomou as três doses.

25/01/2022 - 17:12 hs

O prefeito de Tupã, Caio Aoqui (PSD), confirmou que testou positivo para a Covid-19 nesta terça-feira (25). Ele afirmou em suas redes sociais que teve contato com um caso positivo da doença na semana passada, sendo que assim que soube, obedecendo aos protocolos médicos, iniciou o isolamento.

Aoqui contou que apresentou sintomas leves e, na segunda-feira (24), foi até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e realizou o exame que confirmou o diagnóstico. Ele já tomou as três doses.

Essa é a segunda vez que o chefe do executivo de Tupã é infectado pelo coronavírus, em menos de quatro meses.

Segundo a assessoria da prefeitura, em setembro de 2021, Aoqui teve contato com pessoas que testaram positivo para a doença no prédio da prefeitura, dentre eles um secretário de governo, ele decidiu fazer o teste PCR e o resultado foi confirmado.

Boletim epidemiológico
A prefeitura divulgou uma nova atualização do boletim epidemiológico nesta segunda, com os casos de coronavírus na cidade registrados nas últimas 48 horas. De acordo com boletim, foram contabilizados mais 312 casos negativos e 268 novos casos positivos.

A prefeitura já realizou um total de 37.211 exames, com 25.412 resultados negativos desse o início da pandemia. Já o número de casos confirmados chega a 11.886, sendo 1.825 ainda em período de transmissão.

Com a morte registrada no último sábado (22), a cidade conta com 267 óbitos totais. Tupã registra ainda 348 casos suspeitos e até o momento, 9.712 pacientes já se recuperaram da doença na cidade.

Ainda de acordo com o boletim, dos 10 leitos de UTI, 3 estão ocupados (30%), sendo 2 moradores de Tupã (20%) e 1 da região (10%). Outros 6 pacientes estão internados na enfermaria, o que representa 40% do total de 15 leitos, sendo 2 de Tupã (13,35% ) e 4 da região (26,65%).

Para frear o avanço da Covid, a prefeitura auditou um decreto com novas restrições para o período de 60 dias, válido desde dia 17 de janeiro. Entre as medidas comuns, válidas para todos os tipos de estabelecimentos, estão a taxa de ocupação de 70% da capacidade e a exigência de máscaras.